sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Amigo da Onça

Tive um grande amigo nos últimos anos do antigo ginásio, mais precisamente na 7ª e 8ª série (naquele tempo o primário e o ginásio, que hoje compõem o ensino fundamental, ocupavam oito anos de nossas vidas). A turma resolveu fazer um amigo secreto no final da sétima série, quando as férias de final de ano se aproximavam. Mesmo sendo amigo secreto de final de ano, o presente era uma caixa de bombons.
Normalmente a entrega dos presentes começa com alguém sendo sorteado ou simplesmente qdo aparece algum cara-de-pau se oferecendo para ser o primeiro, dizendo algumas características de quem será presenteado e a turma tenta adivinhar quem é. Esse meu "amigo", o qual chamarei pela primeira letra do nome, “M”, resolveu começar e sem muita enrolação descreveu a minha pessoa. A turma acertou de primeira e ele veio me entregar o embrulho. Achei estranho a princípio, pois era do tamanho de uma caixa de sapatos, não tão grande, e com um embrulho bem bonito. Bastante esquisito para uma caixa de bombons. Fiquei lisonjeado pelo presente por achar que ele considerava bastante nossa amizade. Agradeci e abri.
Ao abrir a caixa, o que encontro? Um pinto de porcelana!
A sala inteira veio abaixo com as gargalhadas. Eu fiquei roxo de vergonha pela brincadeira sem graça (eu já era bastante tímido), mas levei na esportiva. O que me deixou mais puto da vida foi que naquele tempo qualquer coisa era desculpa para os outros meninos da sala começarem a te chamar de bicha, viado e afins e continuariam alugando com aquilo até encontrarem outro para aborrecer. Terminada a tiração de sarro ele contou que o tio dele havia ganho o treco de presente de amigo da onça no trabalho e que, ao ver aquilo, pensou imediatamente em me zoar. Depois ele disse pra profª que não havia me sorteado de amigo secreto e que agora poderíamos começar de verdade a brincadeira.
Esta merda de episódio me marcou pro resto da vida. Herdei o meu desconfiômetro apurado e até hoje fico com a pulga atrás da orelha achando que estão tirando onda com a minha cara pelo simples fato de puxarem conversa comigo ou qdo alguma guria me olha por mais de dois segundos.

Um comentário:

  1. pq vc não falou:
    - Ow, sua mãe embrulhou algo errado pra vc....
    huahuahua

    ResponderExcluir